sábado, março 26, 2011

Lembro-me que estava com meus pais, meu irmão e meu namorado em um parque de diversão. Meus pais estavam a conversar enquanto nós três esperávamos na fila de um dos brinquedos, quando de repente uma criança apareceu e disse:
“ - Tia, a senhora pode me dar um ingresso? É que eu estou aqui desde cedo olhando e não tenho dinheiro para brincar.”
A fala daquela criança dilacerou o meu coração, porque me fez sentir as dores daquela criança. Fico pensando, o quanto deve ser ruim e doloroso ver todas as outras crianças se divertindo e você não poder.
É triste viver em um mundo onde poucos tem muito e muitos não possuem nada. Ainda pior que reconhecer problemas sociais é não ter esperança de que ele pode ser resolvido. Em um mundo onde as pessoas não se importam umas com as outras, eu sinceramente não vejo possiblidade de um mundo melhor, um mundo mais justo. E eu lamento. Lamento pelo mundo que vai se destruindo aos poucos e por mim também, que perdi a esperança. 

3 comentários:

Priscilla Way disse...

É,eu também já passei por isso.Dá uma revolta não poder fazer nada para mudar essas situaçao,né?
Eu me decepciono com esse país.

Biiah Vieira disse...

é triste, e hoje em dia todos nos conformamos, pois a "esperança" jaá nao existe mais. :/

Ray Silva disse...

dá uma revolta mesmo, mas infelizmente nada podemos fazer, porque não podemos suprir a necessidade de todos, mas pelo menos podemos suprir a de alguns, e isso é reconfortante .